Facebook  
 
Participação Nacional no WorldSkills S. Paulo 2015
Portugal obteve no WorldSkills S. Paulo 2015, que decorreu de 12 a 15 de agosto, 8 medalhas de excelência.

Os 18 jovens concorrentes portugueses que participaram no Worldskills S. Paulo 2015, estiveram a concorrer em 16 profissões e obtiveram 8 certificados de excelência que correspondem a desempenhos de qualidade superior pontuados com 500 ou mais pontos.

 

O concorrente de soldadura – Luis Pereira – recebeu igualmente amedalha de ‘Best of the Nation' por ser o concorrente nacional com a pontuação mais elevada.

Eis os resultados:

CAD – Desenho industrial

António Leite | CENFIM - Porto

Excelência

Desenho gráfico

Mónica Almeida | IEFP - Coimbra

Excelência

Eletricidade de instalações

Alexandre Pacheco | ENTA - Açores

Excelência

Eletromecânica industrial

Carlos Faria | CENFIM - Trofa

Excelência

Fresagem CNC    

Tiago Conceição | IEFP - Águeda

 

Gestão de redes informáticas

Rui Chaves | ENTA - Açores

Excelência

Joalharia

José Elói Silva | CINDOR

 

Mecatrónica industrial    

João Ferreira e Márcio Ferreira | CENFIM - Porto

 

Polimecânica

Pedro Silva | CENFIM - Torres Vedras

Excelência

Refrigeração e ar condicionado

Tiago Leite | IEFP – Entre Douro e Vouga

 

Robótica móvel    

Artur Sousa e Nelson Pereira |ATEC - Porto

 

Serviço de mesa

Jorge Silva | CEARTE - Coimbra    

 

Soldadura

Luis Pereira | ATEC - Palmela

Excelência

Tecnologia automóvel

Rui Brites | CEPRA - Porto

Excelência

Tecnologias da moda

Rita Gaspar | MODATEX - Lisboa    

 

 Webdesign

Rita Galante | CESAE - Porto

 

 

 

 

 

 

Numa análise comparativa com a participação nacional no anterior Campeonato Mundial das Profissões – Worldskills Leipzig 2013 – a equipa que esteve em S. Paulo obteve melhor classificação quer em termos percentuais - certificados de excelência em 50% das profissões contra 39% obtidos em Leipzig – quer em termos absolutos – 8 certificados de excelência contra 7 obtidos em Leipzig.
Os 3 países que obtiveram mais medalhas foram, por ordem, a Coreia do Sul, o Brasil e a China.

Os resultados obtidos colocam-nos ligeiramente acima do meio da tabela dos países concorrentes, o que significa que vamos necessitar de continuar a privilegiar a qualidade da formação ministrada e a intensificar a preparação dos futuros concorrentes, com o objetivo de aumentar a excelência dos desempenhos profissionais da equipa nacional no próximo Campeonato do Mundo – Worldskills Abu Dhabi 2017.

Alguns números que traduzem a dimensão do maior evento de educação e formação alguma vez realizado sob a égide da Worldskills:
- N.º de profissões a concurso: 50
- N.º de países participantes: 59
- N.º de concorrentes: 1.200
- N.º de jurados: 1.000
- N.º de visitantes: 245.000
- N.º de pessoas envolvidas na organização e montagem do evento: 19.500
- Espaço da competição: 230.000 m2

 
Mapa do sitio
Actualizado a 7 Set. 2015